Screening of Alfred Hitchcock’s Blackmail at the 2013 Shanghai International Film Festival
Screening of Alfred Hitchcock’s Blackmail at the 2013 Shanghai International Film Festival ©

British Council

Date
Sábado, dia 16 de novembro de 2013 -
14:30 até 17:00
Local
FIL, Lisbon, Portugal

Transformar as Relações entre o Público e os Patrocinadores

Transformar as relações entre o público e os patrocinadores é um seminário organizado pelo British Council em parceria com o Festival IN, com o objetivo de explorar como as instituições culturais podem aprender mais sobre o seu principal ativo: o seu público. 

O seminário irá documentar modelos inovadores no estudo de perfil de audiências e casos de estudo de instituições culturais que têm usado com sucesso esta informação para transformar os seus negócios. 

Andrew Bennett, coordenador da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, será o moderador do debate.

How arts organisations can learn more about their greatest assets: their audiences

Live seminar and online streaming
Saturday 16 November 2013 14.30 - 17.00 GMT
Be involved in the debate wherever you are in the world via YouTube.
Ask questions and comment via Twitter @ptBritishArts #CUKNetwork

Veja os videos do Festival In no nosso sítio de YouTube.

 

Oradores

Mais informação sobre os oradores (315k, pdf, apenas em inglês)

Andrew Bennett, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música

Em setembro de 2006 assumiu novas responsabilidades como Coordenador da então Orquestra Nacional do Porto, atualmente designada Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música. Nos últimos cinco anos tem sido evidente a subida de notoriedade da orquestra, que tem percorrido um caminho de uma programação ambiciosa e de digressões internacionais - incluindo à Áustria, França, Espanha, Brasil e Benelux. 

Tim Wood (Rambert)

A promoção das artes é um projeto que Tim abraça há 18 anos. Juntou-se recentemente à companhia Rambert, companhia de dança contemporânea que lidera no Reino Unido, como diretor de Marketing, tendo trabalhado anteriormente, durante nove anos, como diretor de Comunicação no The Place, um dos teatros e escola mais importantes em Londres. Durante o período que esteve a trabalhar no The Place ajudou a aumentar o volume de negócios em mais de 130%, cerca de 7 milhões de libras, com a audiência anual e o número de participantes a duplicar para cerca de 100,000.

Michael Nabarro, Spektrix

A SpekTrix foi fundada por Michael Nabarro após a instalação de um software de bilheteria no Teatro ADC em Cambridge,  apercebeu-se da necessidade de um software easy-to-use, sem  problemas de emissão de bilhetes .Michael, após acabar a sua formação em Ciência da Computação pela Universidade de Cambridge, começou a criar SpekTrix com o co-fundador Matt Scarisbrick. O resultado foi uma poderosa peça de software de bilheteira, baseado no princípio de  'software como um serviço'. Michael é o responsável pela gestão da SpekTrix. 

Oliver Mantell, The Audience Agency

Com experiência em pesquisa de mercado e consultoria de marketing, a especialização de Oliver é ajudar as organizações a compreender as suas audiências e descobrir o que fazer com esse conhecimento. As suas áreas específicas de atuação são pesquisa quantitativa e benchmarking, análise de dados (incluindo o uso de recursos de dados secundários), segmentação de mercado e planeamento estratégico. 

Ed Newsome, Head of Marketing at Welsh National Opera

Ed Newsome trabalha no setor das artes há mais de uma década. Ed começou a sua carreira no teatro da sua terra natal, o Sunderland Empire, como Assistente de Marketing. Em 2003 mudou-se para Gales com o objetivo de gerar e desenvolver audiências para sua a expressão de arte preferida, a ópera.

Ed Newsome é o Diretor de Marketing da Welsh National Opera desde 2008. Durante este tempo implementou os resultados do primeiro estudo que se fez sobre a segmentação de comportamentos no Reino Unido e tem vindo a desenvolver modelos que visam incentivar o público a frequentar com mais assiduidade a ópera nas suas várias formas. Nos dois últimos anos Ed tem sido tutor residente no TMA Essentials, no curso de Marketing para os profissionais  de marketing emergentes do sector das artes.

As melhores instituições culturais sabem mais sobre os seus públicos do que qualquer outra empresa ou setor. As instituições sabem que, para além do fantástico programa cultural que oferecem têm outro trunfo: um público fiel. A fidelidade da audiência é a chave para atrair tanto os patrocinadores, os mecenas assim como as empresas culturais e criativas. 

Um bom gestor ou diretor de Marketing de uma instituição cultural deve saber onde o seu público vive, quanto gasta em bilhetes e quantas vezes por ano visitam o seu espaço cultural. As instituições culturais mais criativas sabem, instintivamente, dizer algo sobre as crenças, atitudes, preconceitos, bem como o que transmite alegria ao seu público, e quais os riscos que o mesmo está preparado para assumir.

Mas só intuição não é suficiente para convencer um potencial patrocinador! 

 

Filmagem e captação de imagens serão recolhidas durante o seminário. Ao entrar no espaço onde decorre o evento, dá o seu consentimento irrevogável ao British Council para o filmar e fotografar. Estas imagens podem ser usadas pela comunicação do seminário.  As mesmas podem ser impressas, publicadas on-line ou transmitidas.

Artes, Parcerias