By Ana Paula Pinheiro, Writer, British Council

31 de Mar de 2021 - 14:01

Uma Páscoa Feliz para todos

O mundo ao nosso redor está repleto de tradições e a época da Páscoa não é exceção. Selecionamos 10 países e as suas respetivas tradições. Alertamos para o facto de apenas salientarmos uma ou duas tradições em cada país, pois existem muitas mais. Venha então viajar connosco e aprender um pouco mais sobre a cultura destes países.

1: As visitas pascais em Portugal

Em Portugal, uma das tradições mais comuns na Páscoa é a visita do Compasso (Visita Pascal). Esta tradição é muito comum nas aldeias, principalmente no Norte do país. As famílias abrem as portas de suas casas para as mesmas serem benzidas e para beijarem a Cruz de Cristo. Por sua vez, cada família prepara um pequeno lanche que simboliza a hospitalidade para com o padre e os seus acólitos (ajudantes). Outra das tradições portuguesas é a troca de presentes entre padrinhos e afilhados. No Domingo de Ramos, os afilhados oferecem um ramo aos padrinhos e em troca recebem uma prenda. 

2: O Halloween pascoal na Finlândia

As tradições da Páscoa Finlandesa misturam referências religiosas com costumes relacionados à chegada da primavera. Podemos dizer que no dia de Páscoa, os finlandeses fazem uma espécie de mini Halloween, pois todas as crianças costumam sair à rua mascaradas de “Bruxas da Páscoa”, para pedir doces. Porta a porta as crianças vão entregando ramos de salgueiro decorados para afastar os maus espíritos e em troca recebem doces.

3: O Bilby da Austrália 

Na Austrália os coelhos são vistos como uma praga incontrolável e, por isso mesmo, neste país o Coelhinho da Páscoa é renegado para segundo plano. O animal escolhido é um animal nativo, um Bilby, que é nada mais nada menos do que um marsupial com orelhas de coelho. Ao contrário do coelho, o bilby é um animal em extinção, e então várias empresas de confeitaria juntaram-se e começaram a fazer “bilbies de chocolate” para arrecadar dinheiro para a conservação do animal.  Foi a partir daqui que o adotaram como mascote da Páscoa, sendo ele a figura mítica que dá os ovos pintados às crianças. 

4: Grécia e os ovos vermelhos da sorte

A religião Ortodoxa é predominante na Grécia e por isso mesmo a Páscoa é o evento mais festejado no país. Este ano a Páscoa ortodoxa será celebrada a 2 de maio. Apesar de ser celebrada mais tarde tem também as suas próprias tradições. O que nos chamou mais a atenção foi mesmo o facto dos ovos de chocolate serem trocados por ovos de galinha pintados em vermelho, simbolizando a vida e o sangue de Jesus. Manda a tradição distribuir os ovos pelos convidados no almoço de Páscoa e o último que ficar com o ovo inteiro vai ter sorte durante esse ano. 

5: Sinos na Páscoa francesa

Na França, a figura eleita para entregar os ovos da Páscoa são os sinos de Páscoa ou Les Cloches de Pâques.  Diz a lenda que na quinta-feira santa, os sinos das igrejas de toda a França são silenciados para lamentar a morte de Cristo e permanecem em silêncio até ao domingo de Páscoa. Segundo a lenda, os sinos voariam para Roma para serem abençoados pelo Papa e voltariam a tocar para anunciar a Ressurreição de Cristo. 

6: Os jardins decorados com ovinhos na Alemanha

A Alemanha por sua vez foca-se na decoração das árvores e das Forsythias com ovos de Páscoa. Depois de esvaziados cuidadosamente, os ovos são pintados e colocados nas plantas e árvores, decorando assim os jardins. Na Alemanha, os ovinhos de Páscoa são deixados ao pé destas árvores, para que as crianças os possam encontrar no domingo de Páscoa.

7: A explosão do carro em Itália

Em Itália vamos falar da cidade de Florença por ter uma das tradições mais diferentes. Estamos a falar do “Scoppio del Carro” (explosão do carro, usado há cerca de 500 anos nesta cerimónia e denominado “Brindellone”). O carro, carregado com fogo-de-artifício, é escoltado até à Piazza del Duomo por 150 soldados e músicos, além dos populares que acompanham o trajeto, devidamente trajadas com vestes da época. No evento existe uma corda esticada entre o altar e a porta do Duomo, contendo um foguete em forma de pomba que é incendiado ao som de “Gloria in Excelsis Deo” até atingir os 9 metros do “Brindellone” e provocar um estrondoso fogo-de-artifício, que dura cerca de 20 minutos. 

8: Páscoa molhada e abençoada na Polónia 

Uma das tradições que marcam pela diferença acontece na segunda-feira de Páscoa, a chamada segunda-feira molhada. Esta tradição polaca é celebrada em todo o país, desde as pequenas aldeias até às grandes cidades. Há quem acredite que, ao molhar-se com água da segunda-feira molhada, terá sorte durante o resto do ano. 

9: As corridas de ovos cozidos na Escócia

Na Escócia, os ovos voltam a ser a estrela da Páscoa, mas desta vez são cozidos e são utilizados em competições. No cimo de uma colina, as crianças lançam os seus ovos e aquele que chegar inteiro ao fim da corrida ganha. Este é mais um momento de convívio e diversão entre crianças e pais. 

10: A caça aos ovos na Inglaterra 

Para terminar, tivemos de selecionar a Inglaterra. A Páscoa começa na Sexta-feira Santa, contudo, o calendário britânico comtempla a Easter Monday (Segunda-feira de Páscoa), como um prolongamento do feriado de Páscoa. É neste dia que a maioria das famílias com crianças aproveitam para fazer a famosa caça aos ovos. A caça aos ovos é mesmo um grande evento para os ingleses, pois é também bastante comum ver crianças e adultos fantasiados de coelhos a carregar sacos de ovos. 

-----

Nota: Este ano, devido ao confinamento, muitas destas tradições não se irão realizar, contudo esperamos que num futuro breve tudo volte ao normal.