By Ana Paula Pinheiro, Writer, British Council

15 de Feb de 2021 - 11:42

O Carnaval de 2021, devido à situação pandémica que vivemos, será diferente. Sem festas, nem convívio, que tanto caracterizam esta época carnavalesca. Mas como diz a tradição, o carnaval é a última oportunidade para os cristãos se divertirem antes da Quaresma, um período de 40 dias de jejum que ocorre antes da Páscoa. 

Pois bem, para tornar o seu Carnaval mais divertido, selecionamos 5 cidades e 5 carnavais diferentes. Vai poder viajar até lá, sem sair do sofá. 

Falamos com alguns colaboradores do British Council que nos contaram alguns factos interessantes. 

1 - Reino Unido: Dia da Panqueca

Começamos por falar do Carnaval no Reino Unido e já vai perceber o título. Quando falamos em Carnaval, a maioria dos londrinos pensará no “Bank Holiday Carnival” em Notting Hill, que acontece no final de agosto e, é uma celebração com muita comida, música, carros alegóricos e diversão.

Contudo, o Carnaval da “terça-feira gorda” de fevereiro é normalmente chamado de "Shrove Tuesday", ou se preferir, o "Dia da Panqueca". É carinhosamente apelidado assim porque os britânicos queriam utilizar todos os alimentos ricos, como por exemplo, ovos e laticínios, antes de começarem as restrições alimentares, características da Quaresma. 

Mas não ficamos por aqui. O chamado “tossing the pancake”, traduzido como “lançamento da panqueca”, é também característico desta época festiva. Em alguns lugares chega mesmo a haver competições de corridas nas ruas enquanto se lançam panquecas ao ar. O mais famoso é em Olney, em Buckinghamshire.

Outro facto interessante da terça-feira de carnaval é que a mesma pode ter dado origem ao futebol. Este era o dia em que aldeias inteiras jogavam futebol contra as aldeias vizinhas. O “Mob Football” é conhecido desde o século 12. No entanto, foi banido em 1835, tendo a Federação Inglesa de Futebol - a primeira do mundo - sido fundada 30 anos depois. Será coincidência?

2-  Alemanha: o carnaval cultural de Rhine

O Carnaval na Alemanha caracterizado por excessos e muitas festas tem mais expressão nas cidades ao longo do Rio Reno, como Düsseldorf, Bonn, Aachen e Mainz. Mas é a cidade de Colónia que tem o carnaval mais famoso da Alemanha, atraindo milhares de pessoas todos os anos.

Em Berlim, por exemplo, os alemães não celebram, contudo criaram o seu próprio Carnaval em junho: The Berlin Carnival of cultures.

O carnaval cultural de Berlim não é uma celebração carnavalesca, antes da Quaresma, mas sim um carnaval de verão que dura quatro dias em torno do Pentecostes.

Berlim oferece uma celebração carnavalesca épica que tem como objetivo celebrar a diversidade cultural. É uma homenagem à comunidade multicultural da capital alemã.

3- Itália – Carnaval de Veneza

O Carnaval medieval de Veneza é uma das primeiras celebrações carnavalescas documentadas no mundo. É conhecido pelos desfiles e pelos seus bailes de máscaras. Máscaras essas que são grandiosas e bastante ornamentadas. Começa duas semanas antes da quarta-feira de cinzas e termina na terça-feira de Carnaval (Martedi Grasso), o dia antes da quarta-feira de cinzas.

Um dos eventos mais aclamados é o “volo dell’angelo” (voo do anjo), na Piazza San Marco, que abre as festividades. Consiste numa mulher vestida de anjo que desce presa a cordas do campanário de San Marco até ao Palácio Ducal. A festa das 12 Marias é outro dos eventos, que se caracteriza por um desfile com 12 Marias e as damas de honra devidamente trajadas.

4- Brasil – As famosas escolas de samba

O Carnaval é a festa do Brasil. A primeira escola de samba foi criada no dia 12 de agosto de 1928, no Rio de Janeiro. Chamava-se “Deixa Falar” mas anos depois passou a chamar-se “Estácio de Sá”. A partir daqui começaram a ser criadas cada vez mais escolas de Samba e os famosos desfiles pelo Rio de Janeiro e São Paulo.

Na região nordeste, por exemplo em Recife ou em Olinda, permanecem as tradições originais do carnaval de rua. Já na Bahia o carnaval fugiu da tradição, conta com trios elétricos, embalados por músicas dançantes, em especial o Axé.

As festas de carnaval brasileiras acabaram por influenciar muitos países.  Quando pensamos em Carnaval, Brasil é o um dos primeiros países que nos lembramos.

5- Portugal - A riqueza carnavalesca

Em Portugal, o Carnaval é celebrado um pouco por todo o país e cada local tem as suas tradições. 

O Carnaval de Podence, em Macedo de Cavaleiros, é conhecido como o “Entrudo Chocalheiro” e é Património da Humanidade da UNESCO. No domingo Gordo e na terça-feira de Carnaval os rapazes da aldeia vestem uns fatos às riscas com capuz e máscara e percorrem a aldeia aos saltos e gritos. Um dos principais motivos das correrias é encontrar raparigas para dançar com elas e as “chocalhar”. Esta relação dos caretos com as mulheres simboliza a fertilidade que a terra começa a ganhar por esta altura do ano.

Já o de Torres Vedras é considerado o “Carnaval mais português de Portugal”. É conhecido pelas famosas matrafonas, um grupo de homens que se vestem de mulheres. Além dos carros alegóricos, conta também com festas e música durante toda a noite.

Em Loulé vive-se um Carnaval com grande influência brasileira devido às várias escolas de samba que desfilam pela cidade.

 

Esperamos que em breve se possa festejar o Carnaval como sempre se festejou. Este ano terá de o fazer no seu lar, em segurança. Seja criativo e mascare-se!