PHOTO: TRANSMEDIA © ANNA TITOVETS

Desenvolvemos parcerias com artistas britânicos e portugueses assim como com organizações partilhando modelos de negócios, melhores práticas e novas metodologias de trabalho. Trabalhamos com os decisores políticos e organizações governamentais para encontrar soluções partilhadas face aos desafios globais.

Novo! Creative Hubs Trade Magazine 
A primeira revista on-line produzida pela Rede Europeia de Hubs Criativos, convidando amigos de todo o mundo. Com um sonho de se tornar uma revista multimedia compartilhada e co-propriedade para líderes em todo o mundo. Não apenas uma revista, mas um quiosque onde os hubs criativos podem aceder e partilhar histórias, dados e informações, que são úteis para seu trabalho, membros e comunidades.

O nosso trabalho centra-se em três áreas, Empreendedorismo Criativo, Liderança Cultural e Desenvolvimento de Políticas.

Empreendedorismo Criativo 

Os empreendedores criativos são a ponte entre os artistas e o público. Desde os editores de livros aos promotores musicais, desde os produtores de cinema aos criadores de jogos interativos, todos desempenham um papel fundamental na definição do que é a cultura que “consumimos”. No mercado do dia-a-dia, eles desempenham um papel vital no desenvolvimento de modelos de negócios inovadores de produção e distribuição, com destaque para os benefícios económicos, culturais e sociais.

Liderança cultural

Qual é o papel da cultura na nossa complexa sociedade em rápida mutação?. A cultura pode desempenhar um papel nas questões sociais mais amplas, como a política externa, relações internacionais, regeneração económica e conflitos sociais e de inclusão? O British Council procura envolver a nova geração de líderes culturais  com as principais partes interessadas em todo o mundo no desenvolvimento de estratégias comuns para enfrentar as questões culturais globais.

Política de Desenvolvimento

A eficácia das políticas é essencial para o desenvolvimento de uma economia criativa, sustentável e competitiva. A estrutura em torno da qual se desenvolve a economia criativa é formada por uma série de intervenções do governo, regulamentos  fiscais e políticas de educação. Através desta vertente de trabalho, e tendo em conta que a economia criativa é tanto um fenómeno global como local, o British Council procura promover a discussão e a partilha de iniciativas e perspetivas adequadas, construindo um diálogo a nível local, regional e internacional para um desenvolvimento mais sustentável. 

Creative Hubs 

www.creativehubs.eu

https://www.facebook.com/CreativeHubsEU

@CreativehubsEU

A Rede Europeia de Centros Criativos (ECHN) é um projeto co- financiado pela Comissão Europeia, liderado pelo British Council em parceria com um consórcio de centros criativos europeus, Bios na Grécia, Addict em Portugal, betahaus na Alemanha, Kulturni Kod / Nova Iskra na Sérvia, Creative Edimburgo no Reino Unido, Factoria Cultural em Espanha, e a Rede de Empresas Europeias ( EBN ). A ECHN visa melhorar o ecossistema que suporta o desenvolvimento e crescimento do setor criativo e cultural através do apoio à subsistência e crescimento de centros criativos da Europa , criando uma comunidade de líderes criativos experientes na Europa a partir de uma variedade de setores e promover centros com modelos inovadores para apoiar a economia criativa na Europa.

Através deste projeto, os gerentes dos hubs criativos da Europa podem comunicar com os seus pares e ter acesso a uma comunidade de hubs, visitar e aprender com outros centros criativos em toda a Europa, trocar boas práticas e reforçar as competências, bem como aprender sobre os negócios de sucesso e modelos sustentáveis.

Creative Hubs Forum Belgrado – Setembro 2016

How Work Works – Forum dos Hubs Criativos na Europa

Tendo em conta a questão central e o tema do forum – How Work Works COMO FUNCIONA O TRABALHO - o fórum vai investigar a mudança do paradigma da definição de trabalho,  através do prisma dos centros criativos. O fórum tem como objetivo mapear o ecossistema diversificado de hubs, mostrar a riqueza, diversidade e importância dos hubs criativos na Europa, tendo em vista que estas organizações desempenham um papel fundamental no apoio a jovens empresários e profissionais criativos em todo o continente europeu, bem como para além das fronteiras da UE .

Mais informação sobre o European Creative Hubs Forum.

2015 – European Creative Hubs Forum Lisboa

O European Creative Hubs Forum Lisboa 2015 foi o primeiro grande encontro de centros criativos europeus que juntou em Janeiro de 2015 na cidade Lisboa mais de 200 gestores destas instituições, gerando um enorme impacto para a cidade, região e país. Com a realização deste encontro, Lisboa posicionou-se enquanto região de referência em termos da economia criativa, permitindo simultaneamente a promoção dos seus próprios agentes criativos a nível europeu e mundial, assim como a respetiva capacitação através da exposição às boas práticas desenvolvidas por parte dos seus congéneres internacionais.

Os principais objetivos foram:

  • Apresentação dos centros criativos de Lisboa como exemplos de excelência internacional
  • Expor os centros criativos de Lisboa a mercados internacionais
  • Promover Lisboa e a região como um destino chave para as indústrias criativas
  • Promover Lisboa e a região como um destino de turismo cultural e criativo
  • Desenvolver rede internacionais vocacionadas para o beneficio dos centros criativos e respetivos agentes económicos
  • Incrementar a divulgação das oportunidades de financiamento público e privado
  • Capacitar os centros criativos para a implementação de estratégias mais eficazes de apoio aos agentes locais
  • Apoiar o desenvolvimento de modelos de negócio mais eficazes para os centros criativos
  • Incrementar as capacidades dos gestores dos centros criativos para melhor apoiarem os seus associados
  • Capacitar os gestores dos centros criativos para um melhor aproveitamento das oportunidades em termos de financiamento europeu focando nas estratégias de procura e sustentabilidade dos financiamentos.
  • Incrementar o capacidade de estabelecimento de redes de colaboração entre centros criativos nacionais e os seus congéneres internacionais. Nomeadamente através da capacitação para a criação de consórcios internacionais.
  • Aprofundar o mapeamento dos centros criativos a nível local, regional, nacional e internacional colocando as industrias criativas da região de Lisboa no centro deste movimento.

MAIS INFORMAÇÃO

Para mais informação visitar Addict

para uma foto-reportagem dos três dias do evento.

DESCRIÇÃO

Designação European Creative Hubs Forum Lisbon 2015
Regulamento/Concurso Promoção e capacitação institucional - Aviso 4
Operação LISBOA-01-0527-FEDER-000897
Estado Em curso
Beneficiário 980430836 - British Council Representação Permanente em Portugal
Localização Lisboa
Total Financiamento 183.480,00
Elegível Aprovado 183.480,00
Fundo Aprovado 73.392,00
Taxa de co-financiamento 40%

Mais informação

Leia mais sobre o nosso programa global Creative Economy Programme 

Visite as nossas páginas de Economia Criativa para recursos sobre Economia Criativa, fazer downloads das nossas publicações digitais e outras informações sobre Economia Criativa.

Disponível em língua portuguesa documento sobre Creative Economy/Economia Criativa 

Ligações externas