11 de Maio – 24 de Novembro 2019

O British Council traz-vos uma nova exposição da artista Cathy Wilkes a ser apresentada no British Pavillion no âmbito da 58ª Exposição Internacional de Arte – Bienal de Veneza.

A exposição de Cathy Wilkes é banhada pela luz solar de Veneza. A arquitetura, sem adornos, do British Pavilion cria o ambiente ideal para uma instalação artística composta por esculturas, pinturas e gravuras.

Ao compor os seus inúmeros trabalhos, Wilkes faz experiências com vários tipos de materiais e media, enquanto coleciona todo o tipo de pequenos tesouros e ingredientes. O resultado final é um acumular de todas estas partes. O seu trabalho faz-nos lembrar sítios e espaços relacionados com a perda, a natureza do amor e a coexistência da vida com a morte.

As suas obras também comunicam um desaparecimento e desmaterialização da vida, bem como a ausência e anonimidade do autor. Os resultados finais, todos de nome “Untitled”, fazem de nós não-iniciados: juntos temos a mesma qualidade.

A curadoria é da responsabilidade da Dra Zoé Whitley, da galleria Hayward, Southbank Centre. A Dra Whitley é a primeira curadora a ser selecionada pelo British Council para trabalhar em conjunto com o artista numa exposição feita no British Pavilion, mostrando-nos que existem novas oportunidades significativas para curadores de todo o mundo.  

Para mais informações, visite a página de exposição de 2019.

Cathy Wilkes | Untitled, 2019 (detail) | Mixed Media | Dimensions variable | Photo: Cristiano Corte ©British Council. Courtesy of the Artist, The Modern Institute/Toby Webster Ltd, Glasgow and Xavier Hufkens, Brussels.
Cathy Wilkes | Untitled, 2019 (detail) | Mixed Media | Dimensions variable | Installation view, Cathy Wilkes, British Pavilion, Biennale Arte, Venice, 2019. | Photo: Cristiano Corte ©British Council. Courtesy of the Artist, The Modern Institute/Toby Webster Ltd, Glasgow and Xavier Hufkens, Brussels.